Contate-nos

HHLA, CTB, Alemanha

“Decidimos cooperar com a Kalmar por causa de seu conhecimento combinado, tanto como fornecedor de guindastes quanto integrador de sistemas.” Jens Hansen, Diretor Administrativo do Terminal de Contêineres de Burchardkai (CTB)

O Terminal de Contêineres de Burchardkai (CTB) da HHLA é a maior e a mais antiga instalação de movimentação de contêineres do Porto de Hamburgo. Fundado em 1968, hoje o terminal movimenta um de cada três contêineres que passam pelo porto. Há uma longa tradição de inovação em Burchardkai: o terminal foi o primeiro em introduzir o conceito de straddle carrier. Com a inovação o terminal assegurou um novo sopro de vida, enfrentando os desafios do setor de transporte marítimo.

Um novo sopro de vida para o Burchardkai da HHLA

O maior e mais antigo terminal de contêineres de Hamburgo se mantém na liderança dobrando sua capacidade e ao mesmo tempo mantendo a mesma área ocupada.

O desafio

Para manter sua posição de liderança, a CTB enfrentou o desafio de aumentar sua capacidade de 2,6m TEU para mais de 5,2m TEU. Com a limitação da área ocupada pelo terminal, o crescimento só poderia ocorrer aumentando a densidade do empilhamento. Uma mudança nas operações com straddle carriers era iminente.

De 2002 a 2004, vários estudos foram feitos sobre o novo conceito operacional. O novo conceito seria introduzido passo a passo para assegurar que o terminal continuasse operando durante a conversão. Por esta razão específica, a CTB deu grande ênfase à capacidade de seu fornecedor de fornecer uma solução integrada.

A solução

Em 2004 o conselho de administração da CTB aprovou o novo conceito operacional: automatic stacking cranes (ASCs).

O ASCs criam uma maior densidade de empilhamento: cada um dos 8 blocos tem 10 contêineres de largura, 5 de altura e 44 TEU (330 metros) de comprimento. O terminal é o único do mundo equipado com três guindastes por bloco: o lado do cais e o lado de terra são atendidos por um guindaste pequeno em cada lado, com um terceiro guindaste capaz de passar sobre os guindastes menores enquanto movimenta os contêineres.

Os straddle carriers manuais foram mantidos para alimentar os ASCs.

Os resultados

Em 2013 o Porto de Hamburgo alcançou um crescimento de 6,2%, sendo a movimentação de contêineres sua principal fonte de crescimento. O mais importante é que o Porto de Hamburgo teve sucesso ao crescer e ganhar participação de mercado, contrariando a tendência enfrentada pelos portos concorrentes. No final das contas, Hamburgo consolidou sua posição como o segundo mais forte porto de contêineres da Europa.

“A tendência da taxa de processamento do Porto de Hamburgo é um bom sinal para Hamburgo e sua região metropolitana inteira. O crescimento de 6,2% é um resultado impressionante, sublinhando a tremenda eficiência do porto e das companhias de logística do maior porto universal da Alemanha”, disse Axel Mattern, membro do Comitê Executivo de Marketing do Porto de Hamburgo durante a apresentação dos números de movimentação de carga do Porto de Hamburgo relativos a 2013.